sexta-feira, novembro 11, 2011

Por aquilo que vale apena lutar

 
Onde voltei a errar, espero encontrar o que deixei inacabado e perdido. Vou recriar e plantar sementes secas no deserto, colecionar girassois que me guiem pelo caminho do sol. E visitar os lugares que não lembro mais. Sentir a chuva e o cheiro da terra depois da tempestade. A brisa e a sombra gostosa de um fim de tarde, onde os anjos possam me encontrar... Sorrindo.

segunda-feira, novembro 07, 2011

Amores e amores


Ah o amor, oscilável e constante.
Ah o amor, quão belo sois a olhos distantes.
Ah se fosses tão insignificante, não baterias no meu coração.
Ah, como queria que fosses falho e que eu podesse te derrubar, te maltratar, assim como a mim fizeste.
Ah, e mesmo assim não estaria feliz, sofrendo com o teu sofrer.. Porque te amo.
Ah, aurora da manhã, acordas com toques solares, acordas com um novo amor de cada dia.
Ah se fosse tão fácil como falar.