sábado, março 22, 2014

Relato De Um Dia Normal

 
Aquela frase? Foi de um livro que ainda não li.
Correto, você está errado. Sei liberar meus sentimentos. Sei torná-los em ações reais. Sei falar o que sinto, mesmo que me arrependa do que eu tenha dito. Porém paro, reflito e digo: Fui sincera, essa sou eu.
Não faça piadas com seus sentimentos, caso contrário, nunca te levarei a sério, babaca.
Não vou te ignorar, nem agir como idiota, serei apenas essa que você não teve tempo de conhecer melhor. 50% eu diria.
Quando eu te incomodar. Quando eu for mais um número. Mais uma em uma foto... Seja sincero o suficiente para me falar. Não esconda o que vida te faz querer gritar. Não que eu esteja julgando suas verdades ou duvidando de suas palavras, mas é apenas um alerta, de que mentiras e falsidades irão incomodar se me forem apresentadas.
E o mais, não estou indo embora. Ganhei algo precioso e devo conservá-lo, quem sabe consertá-lo, mas isso de consertar não cabe apenas a mim.
Eu devia ter falado mais quando tive oportunidade, no entanto outras virão. Como eu posso afirmar? Apenas sei. Só observo [...]

Um comentário: